Custos de produção de suínos sobem em agosto

Custos de produção de suínos sobem em agosto

Os custos de produção de suínos subiram em agosto segundo os estudos publicados pela CIAS, a Central de Inteligência de Aves e Suínos da Embrapa (embrapa.br/suinos-e-aves/cias). O Índice de Custo de Produção de Suínos, o ICPSuíno, subiu 1,18% em relação a julho, fechando em 436,84 pontos. Já o ICPFrango se manteve estável, oscilando 0,01%, fechando julho em 422,03 pontos.

Os gastos com a ração dos suínos foi o item que mais influenciou a alta em agosto, subindo 0,85%. No ano, o acumulado é de 5,80%. Com isso, o custo total de produção por quilo de suíno vivo produzido em sistema tipo ciclo completo em Santa Catarina passou de R$ 7,55 em julho para R$ 7,64 em agosto. Nos primeiros oito meses do ano, o ICPSuíno acumula 9,07% de alta e, nos últimos 12 meses, 7,29%.

Já o ICPFrango registrou queda nos gastos com aquisição de pintinhos de um dia (-0,26%), nutrição (-0,10%) e mão de obra (-0,06%), apesar da alta com energia elétrica, calefação e cama (0,29%) e transporte (0,20%). O custo de produção do quilo do frango de corte vivo no Paraná, produzido em aviário tipo climatizado em pressão positiva, manteve o valor de julho em agosto: R$ 5,45. De janeiro até agosto, o ICPFrango acumula alta de 4,59% e, nos últimos 12 meses, uma variação de 3,56%.

O analista da área de socioeconomia da Embrapa Suínos e Aves, Ari Jarbas Sandi, lembra que “apesar de os custos de produção de suínos da Embrapa serem referenciais, ou seja, servirem de baliza para o setor produtivo, os mesmos podem não representar a realidade de cada suinocultor ou avicultor, sendo este dependente de variáveis produtivas, da conversão alimentar dos animais, da qualidade da mão de obra empregada nos manejos operacionais, da ambiência e nível tecnológico das instalações e da gestão técnica e econômica que o produtor consegue prover à atividade que escolheu empreender.”

Os índices – Os estados de Santa Catarina e Paraná são usados como referência nos cálculos da CIAS por serem os maiores produtores nacionais de suínos e de frangos de corte, respectivamente. Os custos de produção são uma referência para o setor produtivo. Assim, os resultados publicados na CIAS são derivados de coeficientes de produtividade pré-fixados, variando mensalmente apenas o preço dos insumos e fatores de produção. Além disso, suinocultores independentes e avicultores sob contratos de integração devem acompanhar a evolução dos seus próprios custos de produção.

Aplicativo Custo Fácil – O aplicativo da Embrapa agora permite gerar relatórios dinâmicos das granjas, do usuário e das estatísticas da base de dados. Os relatórios permitem separar as despesas dos custos com mão de obra familiar. O Custo Fácil está disponível de graça para aparelhos Android, na Play Store do Google.

Compartilhe:

Postagens relacionadas

Assine agora nossa newsletter

Mantenha-se informado sobre as últimas notícias, tendências e eventos da Suinocultura!
plugins premium WordPress
Enviar uma mensagem
1
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?